Close

July 26, 2016

Projeto O Cineclube Vem de Trem realiza ações em Belo Horizonte

Dando continuidade às ações iniciadas em junho, o projeto O Cineclube Vem de Trem reuniu participantes de cinco cineclubes diferentes de Belo Horizonte e região metropolitana para atividades entre os dias 18 e 21 de julho. Os jovens e adultos que participaram do projeto, que também contou com a participação de Mônica Cerqueira, comunicóloga social e figura atuante na disseminação da cultura cineclubista na cidade, se reuniram para discutir as implicações que surgem com a criação de um cineclube e qual o papel desepenhado por ele. Além disso, o grupo planejou uma sessão aberta de cineclube, realizada na Praça da Liberdade, no dia 21 de julho. Os participantes das oficinas escolheram os filmes a serem exibidos e visitaram o local antes da sessão para conversar com pessoas em situação de rua que vivem no espaço onde seria realizada a atividade. A ideia é que eles também participassem da sessão de cinema. A noite começou com o agito do rapper Russo Apr e declamação de poesias. Em seguida, foram exibidos dois curtas: “Hiato”, documentário de Vladimir Seixas, e “O muro é o meio, de Eudaldo Moção, além de pílulas audiovisuais resultantes das oficinas do Cineclube vem de Trem em Barão de Cocais e Nova Era. A sessão contou com o apoio do museu MM Gerdau. Festival de Inverno de Vilas e Favelas Também no dia 21, o educador Marcos Donizetti ministoru, na parte da tarde, uma oficina de audiovisual durante o primeiro Festival de Inverno de Vilas e Favelas, que está acontecendo no Alto Vera Cruz, com programação até o dia 27. A oficina foi realizada na associação comunitária Arebeldia Cultural e teve a participação de adolescentes e jovens, incluindo meninos e meninas dos projetos Cineclube Sabotagee Proteger é Preciso, da Oficina de Imagens. Durante a oficina, os participantes foram convidados a sair pelas ruas do Alto Vera Cruz, conversando com os moradores e fazendo pequenos registros do cotidiano da comunidade. O objetivo era mostrar o dia a dia no bairro, o que os moradores acham da vida no Alto e o que pensam a respeito de ações culturais como o Festival de Inverno. Além, é claro, de proporcionar aos participantes um primeiro contato com as câmeras e com produções audiovisuais. Na sexta-feira, dia 22, também como parte da programação do Festival, foi exibido um curta com os registros feitos durante a semana de oficina, para toda a comunidade. E nesta segunda, dia 25, às 18h30, como finalização da participação do Cineclube Vem de Trem no Festival de Inverno, foi exibido o filme “A batalha do passinho”, em uma sessão de cinema que aconteceu na Arebeldia Cultural.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *