Close

O Cineclube Vem de Trem

A ação O Cineclube Vem de Trem, surgida a partir da experiência do Cineclube Sabotage, tem como proposta a disseminação do cineclubismo na capital e pelo interior de Minas Gerais. O projeto parte do principio de que, com a prática dos cineclubes, muito além de promovermos a exibição de filmes, contribuímos para formar, fortalecer e expandir um movimento cultural de cinema alinhando arte e educação, principalmente em municípios de pequeno porte que não possuem salas de cinema e, portanto, carecem de espaços alternativos de cultura e oportunidades pra vivenciar a experiência cinematográfica.

Atuando em quatro municípios mineiros que se situam ao longo da linha de ferro Vitória – Minas, Barão de Cocais, Nova Era, Itabira e Belo Horizonte, o projeto busca promover, além da exibição aberta de filmes, a democratização do cinema e o acesso à cultura e à arte nos municípios. Em cada cidade, através de oficinas de audiovisual, cineclubismo e direitos humanos, rodas de conversa e exibição de filmes, o projeto fomenta a criação e o fortalecimento de cineclubes. O projeto ainda capacita diversos jovens, profissionais e militantes da cultura e da educação nas temáticas afins, consolidando coletivos cineclubistas nos municípios atendidos.

Oficinas de Cineclubismo e Audiovisual

A Oficina de Cineclubismo conta com a participação da consultora Mônica Cerqueira, formada em Comunicação Social e com uma sólida experiência na área de cinema, audiovisual e formação de cineclubes. Com encontros que acontecem na parte da noite, a oficina, além de discutir as implicações que surgem com a criação de um cineclube, qual o papel que um cineclube desempenha no ambiente em que atua, também estimula e desafia os participantes a planejar e executar uma sessão aberta de cineclube na cidade.

Esta sessão aberta de cineclube exibe as produções resultantes da Oficina de Audiovisual, ministrada pelo educador Marcos Donizetti. O objetivo destas oficinas é levar a prática audiovisual à pessoas sem acesso a ela, além de formar um coletivo cineclubista em cada cidade, que ficará responsável por produzir outras sessões e manter a cultura cineclubista no local.

As quatro cidades